Busca

Carregando...

terça-feira, 7 de junho de 2016

Como se dar bem em processos seletivos em inglês

Especialistas dão dicas para evitar o "embromation"
Por Marcelo Barros e Alberto Costa*

Dominando o inglês: confira dicas para evitar o “embromation”
 durante o processo seletivo | Crédito: Pexels
O conhecimento da língua inglesa é frequentemente utilizado pelos empregadores como um fator decisivo para a escolha dos candidatos a vagas de emprego. Para verificar o domínio do idioma, os recrutadores analisam desde o currículo recebido – observando o nível de conhecimento declarado e o método de aprendizado utilizado –, até a desenvoltura da pessoa em testes escritos e orais, a fim de medir a real capacidade de comunicação em inglês. Quem tem o objetivo de conquistar essas oportunidades precisa estar atento para não cometer gafes na hora de comprovar a aptidão. Para evitar que isso aconteça, veja quatro dicas para evitar o “embromation” durante o processo seletivo:

1.Estude possíveis temas da entrevista
Ler materiais em inglês sobre os assuntos que poderão ser abordados no dia da entrevista é uma ótima forma para você se familiarizar ou relembrar termos específicos. Pratique escrevendo redações que estimulem a argumentação e a familiarização com o vocabulário. Uma dica é usar recursos online como o Write&Improve (www.cambridgeenglish.org/learning-english/free-resources/write-and-improve). Nele, a pessoa escolhe um tema, escreve seu texto e envia para um sistema que retorna em segundos com um feedback do que pode ser melhorado em termos de gramática e vocabulário. Assim, o nervosismo diminui e as chances de sucesso no momento de pressão são maiores.

2.Não se esqueça da pronúncia
Praticar a conversação em torno desses assuntos também é fundamental para evitar deslizes e facilitar a comunicação na hora da entrevista. Para isso, além de treinar com músicas e filmes em inglês, busque vídeos na internet que explorem os potenciais temas que serão abordados e preste atenção em como os termos novos são pronunciados. Se surgir dúvida, uma boa dica é consultar a opção de áudio do Google Tradutor (https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR) . Lembre-se que a boa pronúncia começa, antes de tudo, no ouvido, e se você nunca escutou alguém falando uma determinada palavra, dificilmente vai aprender a pronunciá-la apenas com a leitura.

3.Tenha uma certificação internacional (e declare isso no currículo)
Os exames de certificação internacional de proficiência são desenvolvidos com base em padrões internacionais de habilidades e comprovam, de maneira isenta, que a pessoa certificada está apta a se comunicar no nível testado e que não faltará base para as atividades do dia a dia. Justamente por facilitar a seleção dos candidatos mais bem preparados no idioma, eles são muito bem vistos pela maioria das empresas nacionais e multinacionais. Ter uma certificação torna-se especialmente interessante em tempos de crise, quando as vagas estão mais disputadas e os gestores buscam fazer contratações cada vez mais assertivas.

4.Avalie o seu desempenho após a entrevista
Depois da entrevista, analise as zonas de desconforto e as dificuldades sentidas durante todo o processo – talvez o examinador tenha até mesmo pontuado questões que não estavam claras ou que podem ser melhoradas no currículo. Conhecendo os pontos de melhoria, é possível investir mais tempo para desenvolvê-los, seja em casa ou em sala de aula com o auxílio do professor, por exemplo. Isso contribui para que você esteja cada vez mais preparado para as próximas oportunidades.

*Marcelo Barros é diretor de Educação da rede de escolas de idiomas CNA, e Alberto Costa é Senior Assessment Manager de Cambridge English no Brasil (departamento da Universidade de Cambridge dedicado à certificação internacional de inglês).

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Seu sucesso depende de você acompanhar o mercado

Sílvio Celestino

Quando o profissional ignora o que acontece no mercado, acaba por ser surpreendido. A solução está em olhar para três mercados que ditam o futuro de nossa carreira.


Para não ser surpreendido o profissional deve olhar para três mercados
fundamentais, e que ditam o futuro de nossa carreira | Crédito: Pixabay

Um parlamentar se queixava de que Michel Temer, ao assumir como presidente em exercício, estava dando uma atenção exagerada aos mercados. Ainda bem! Não apenas o governo, mas também você, para ser bem-sucedido em sua carreira, precisa dar toda a atenção possível a ele.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

8 maneiras de arruinar o seu perfil no LinkedIn


Exagerar em certas informações 
Pelo fato de muitas pessoas acharem que o LinkedIn funciona como qualquer outra rede social e que um usuário pode compartilhar qualquer tipo de informação em seu perfil, é comum encontrar gente que divulga informações desnecessárias sobre sua vida dentro de seus ambientes profissionais e sociais, sem perceber o quão desagradável está sendo. No entanto, é preciso que fique claro que certas informações compartilhadas podem arruinar a sua reputação como pessoa e profissional. Evite, por exemplo, postagens sobre detalhes da sua rotina, opiniões desrespeitosas, informações falsas e reclamações sobre futilidades do cotidiano. Isso é capaz de deturpar a sua imagem entre os seus contatos dentro e fora da rede.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

5 perguntas que você não pode sair de uma entrevista de emprego sem fazer

A chave para uma entrevista bem-sucedida é manter uma conversa com o entrevistado, sendo que é importante saber quando não dominar uma conversa e também quando não deixar a entrevista cair no silêncio.


Uma boa forma de fazer a entrevista fluir bem é fazer perguntas para a pessoa que irá te avaliar. No entanto, manter a conversa durante uma entrevista de emprego pode ser difícil. Mesmo que você tenha uma lista de cinco ou 10 perguntas, o entrevistador pode não ter muito a dizer.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Oito passos para buscar um novo emprego e virar o jogo na crise

Dados recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelam que a taxa de desemprego subiu no segundo trimestre deste ano e chegou a 8,3%, registrando a maior taxa da série histórica, que teve inicio em 2012.


A população desocupada, de 8,4 milhões de pessoas, subiu 5,3% frente ao primeiro trimestre de 2015 e, ante o 2º trimestre de 2014, o avanço foi de 23,5%.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Currículo online na vitrine: saiba como turbinar seu perfil profissional nas redes sociais

O currículo é, ainda hoje, muito importante na hora de analisar um candidato para uma vaga. Apesar disso, muitas empresas realizam a procura de um perfil ideal na internet. Por isso, manter as redes atualizadas e com as informações certas é fundamental para chamar a atenção de um gestor ou recrutador.

A maior rede social voltada para o mercado de trabalho é o Linkedin. Neste site, qualquer pessoa pode se cadastrar e preencher os dados a fim de montar seu perfil profissional. A plataforma funciona como via de mão dupla: o usuário pode buscar um empregador, assim como uma empresa pode buscar um candidato.
A foto é obrigatória

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

8 informações que você NÃO deve colocar no seu currículo

A ferramenta mais importante para procurar emprego continua sendo o currículo. Por isso, se você está buscando uma vaga em alguma empresa, o primeiro passo é se dedicar à elaboração de um CV que convença o recrutador a te chamar para uma entrevista.


Seus pontos fortes, seu objetivo profissional e suas principais experiências não podem ficar de fora. Se você está começando sua carreira agora e ainda não tem experiência, destaque a sua formação e os cursos feitos durante a faculdade e o estágio, caso tenha sido realizado.