Busca

Carregando...

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Bem-formada, nova geração chega mal-educada às empresas, diz filósofo

Ingrid Fagundez

Da BBC Brasil em São Paulo

Cortella lança o livro "Por que fazemos o que fazemos?" sobre a busca de propósito no trabalho

Segunda-feira, seis da manhã. O despertador toca e você não quer sair da cama. Está cansado? Ou não vê sentido no que faz?

sexta-feira, 1 de julho de 2016

9 comportamentos para se destacar em uma entrevista de emprego

Alinhar suas habilidades comportamentais às expectativas do recrutador, do gestor e da companhia é fundamental para o sucesso da entrevista e da carreira

Camila Devechi*

Alinhar expectativas com a empresa desde a hora da contratação
é fundamental para o sucesso profissional |
Crédito: Pixabay

terça-feira, 7 de junho de 2016

Como se dar bem em processos seletivos em inglês

Especialistas dão dicas para evitar o "embromation"
Por Marcelo Barros e Alberto Costa*

Dominando o inglês: confira dicas para evitar o “embromation”
 durante o processo seletivo | Crédito: Pexels
O conhecimento da língua inglesa é frequentemente utilizado pelos empregadores como um fator decisivo para a escolha dos candidatos a vagas de emprego. Para verificar o domínio do idioma, os recrutadores analisam desde o currículo recebido – observando o nível de conhecimento declarado e o método de aprendizado utilizado –, até a desenvoltura da pessoa em testes escritos e orais, a fim de medir a real capacidade de comunicação em inglês. Quem tem o objetivo de conquistar essas oportunidades precisa estar atento para não cometer gafes na hora de comprovar a aptidão. Para evitar que isso aconteça, veja quatro dicas para evitar o “embromation” durante o processo seletivo:

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Seu sucesso depende de você acompanhar o mercado

Sílvio Celestino

Quando o profissional ignora o que acontece no mercado, acaba por ser surpreendido. A solução está em olhar para três mercados que ditam o futuro de nossa carreira.


Para não ser surpreendido o profissional deve olhar para três mercados
fundamentais, e que ditam o futuro de nossa carreira | Crédito: Pixabay

Um parlamentar se queixava de que Michel Temer, ao assumir como presidente em exercício, estava dando uma atenção exagerada aos mercados. Ainda bem! Não apenas o governo, mas também você, para ser bem-sucedido em sua carreira, precisa dar toda a atenção possível a ele.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

8 maneiras de arruinar o seu perfil no LinkedIn


Exagerar em certas informações 
Pelo fato de muitas pessoas acharem que o LinkedIn funciona como qualquer outra rede social e que um usuário pode compartilhar qualquer tipo de informação em seu perfil, é comum encontrar gente que divulga informações desnecessárias sobre sua vida dentro de seus ambientes profissionais e sociais, sem perceber o quão desagradável está sendo. No entanto, é preciso que fique claro que certas informações compartilhadas podem arruinar a sua reputação como pessoa e profissional. Evite, por exemplo, postagens sobre detalhes da sua rotina, opiniões desrespeitosas, informações falsas e reclamações sobre futilidades do cotidiano. Isso é capaz de deturpar a sua imagem entre os seus contatos dentro e fora da rede.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

5 perguntas que você não pode sair de uma entrevista de emprego sem fazer

A chave para uma entrevista bem-sucedida é manter uma conversa com o entrevistado, sendo que é importante saber quando não dominar uma conversa e também quando não deixar a entrevista cair no silêncio.


Uma boa forma de fazer a entrevista fluir bem é fazer perguntas para a pessoa que irá te avaliar. No entanto, manter a conversa durante uma entrevista de emprego pode ser difícil. Mesmo que você tenha uma lista de cinco ou 10 perguntas, o entrevistador pode não ter muito a dizer.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Oito passos para buscar um novo emprego e virar o jogo na crise

Dados recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelam que a taxa de desemprego subiu no segundo trimestre deste ano e chegou a 8,3%, registrando a maior taxa da série histórica, que teve inicio em 2012.


A população desocupada, de 8,4 milhões de pessoas, subiu 5,3% frente ao primeiro trimestre de 2015 e, ante o 2º trimestre de 2014, o avanço foi de 23,5%.